Por que os acidentes acontecem?

 

É muito importante que as pessoas compreendam os motivos pelos quais pode ocorrer um acidente de avião. Acidentes aeronáuticos geralmente são tratados com sensacionalismo pela imprensa e isto cria e prolifera o pavor de voar, fobia muitíssimo comum que tem até nome científico: Ptesiofobia¹.

Nenhum acidente acontece por um fator isolado, mas por um conjunto deles. É por isso que existe o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) que tem por emblema a tríade “O homem, a máquina e o meio”. A interdependência destes três fatores garante a segurança de um voo. Uma tripulação bem treinada, em uniformidade com as normas da aviação civil e comprometida com a implementação dos procedimentos, a  manutenção cuidadosa das nossas máquinas aliada ao respeito total e incondicional as condições meteorológicas são as qualidades básicas para um voo seguro. Desta forma, conciliando os três, é muito, muito simples voar.

Os acidentes são investigados pelo CENIPA durante alguns anos, recolhendo todos os dados e informações possíveis com o intuito primordial de buscar as respostas para evitar acidentes similares, ponto. O inquérito policial é que deve se responsabilizar por julgar e punir interferências dolosas. Dito isso, nós, profissionais da aviação, devemos ter muita cautela ao “analisar” um acidente aéreo com intuito leviano de apontar culpados e não ficar por aí, visitando programas de televisão sangrentos, posando de especialista, especulando e gerando medo.

Como resultado destas investigações, são publicados Relatórios Finais² onde as Recomendações de Segurança ³  são trazidas  à luz através dos treinamentos exaustivos que as companhias proporcionam aos seus tripulantes afim de prevenir novos acidentes.

E a prevenção é o papel fundamental do Comissário de Bordo, que garante que os passageiros estejam também cumprindo todas estas recomendações de segurança. Por exemplo: A regra de não fumar é uma recomendação de segurança proveniente de acidentes provocados pelo fumo a bordo. Como foi o caso do famoso acidente da Varig, Voo 820, aeronave PP-VJZ, em 1973, que pegou fogo devido a uma bituca de cigarro na lixeira.

Quando você for viajar, tenha em mente que todas as solicitações dos Comissários são provenientes de estudos de acidentes anteriores e tem por intuito prevenir novos acidentes. A aviação, por essa razão e outras, ainda é o meio mais seguro para encontrar sua família, para ir à reunião de trabalho, para curtir as suas férias de maneira mais rápida e agradável, desde que estejam o homem, a máquina e o meio em perfeito equilíbrio.

¹ Dado retirado do livro O Mundo do Avião e Tudo o Que Você Precisa Saber para Perder o Medo de Voar, Editora Globo. Autor: Luiz Bassani.

²  Consulte o site do CENIPA para acesso aos relatórios finais dos acidentes aeronáuticos.

³ Verifique algumas Recomendações de Segurança.

Compartilhar

One comment

  1. Muito bom artigo, adorei é bastante esclarecedor!

Deixe uma resposta